• como comprar um apartamento

Como comprar um apartamento: entenda como se organizar para realizar o sonho

Depois de um longo tempo de espera, finalmente, chegou a hora de realizar o sonho da casa própria. Mas, em paralelo, também surge uma dúvida frequente entre os “marinheiros de primeira viagem” no mercado imobiliário: afinal, como comprar um apartamento de um modo seguro e sem arrependimentos?

A verdade é que esse é um passo importante para todas as pessoas. É com tal transição que ficamos mais perto da independência financeira e vivemos, de fato, a vida adulta. Entretanto, existem vários pontos importantes e que serão imprescindíveis para que você alcance bons resultados. Traçar um plano de ação, fazer o controle financeiro e, até mesmo, montar um fundo de reserva são apenas alguns exemplos.

Para viver esse período ao máximo e conquistar os seus objetivos pelos próximos meses, nada melhor do que conferir as dicas exclusivas que preparamos sobre o assunto. Abaixo, mostramos os pontos de atenção e os cuidados que devem ser tomados daqui para frente. Anote!

Defina um objetivo de compra

Antes de tudo, que tal definir o seu real objetivo com essa aquisição? Isso porque o mercado imobiliário é bem diversificado e, ao comprar um imóvel, é possível utilizar o local para diferentes finalidades.

Por exemplo: existem pessoas que sonham em investir em uma construção para morar, sendo uma verdadeira opção de vida para os seus familiares em longo prazo. Em contrapartida, há quem deseje adquirir uma propriedade com a intenção de alugá-la e, com isso, garantir uma renda fixa.

Nesse caso, é interessante comprar um apartamento que tenha a entrega das chaves bem próxima. Esse detalhe serve para que você tenha que esperar menos tempo e pague juros mais baixos no decorrer do financiamento. Com isso, será possível ter uma prestação menor ou igual ao valor de locação.

Já se o desejo for ter um espaço para viver, é interessante averiguar se o local conta com uma infraestrutura própria para acomodar todos os membros da família com conforto e funcionalidade. Veja também outros pontos valiosos, como a localização do empreendimento, se há fácil acesso às principais vias e se o bairro em questão vem passando por uma boa valorização imobiliária.

Faça um planejamento financeiro

Não tem saída: uma das etapas imprescindíveis na compra de apartamento, é traçar um bom planejamento financeiro. Até porque sabemos que esse tipo de investimento é alto, o que exige um bom preparo orçamentário do comprador.

Nesse sentido, é importante fazer uma boa economia financeira, evitando as compras por impulso ou aqueles gastos supérfluos e que, no fim das contas, farão toda a diferença em seu bolso.

Também é importante considerar não somente o valor das parcelas do financiamento — e os seus juros —, como também, outros custos que podem envolver essa transação. Esse é o caso da documentação do local, além das taxas de condomínio que deverão ser pagas regularmente.

Existem, ainda, algumas etapas valiosas ao longo do caminho. Abaixo, contamos mais sobre elas:

  • diagnóstico: consiste na análise de sua situação econômica. Aqui, é preciso identificar as suas rendas fixas e os principais gastos no mês;
  • plano de ação: é quando traçamos os nossos objetivos. O ideal é estabelecer uma meta viável e que esteja dentro da sua realidade. Caso veja que está difícil alcançá-la, considere diminuir a quantia que deseja poupar e aumentar o prazo para essa realização;
  • controle: é importante fazer o monitoramento periódico das suas despesas para garantir que você está conseguindo alcançar o propósito estabelecido.

Monte um fundo de reserva

Quer saber como comprar um apartamento sem perrengue? Monte um fundo de reserva! É sempre válido lembrar que, na vida, todo indivíduo está sujeito a imprevistos. Quando menos esperamos, eles podem surgir e nos pegar desprevenidos.

Inclusive, existem circunstâncias em que essas surpresas, um tanto desagradáveis, fazem com que o nosso orçamento fique todo comprometido. Isso pode prejudicar o planejamento da casa própria.

Obviamente, você não deseja passar por uma situação como essa e acabar se endividando, correto? Por isso, o fundo de reserva serve como um método altamente eficiente, que deve ser utilizado apenas em situações extremas. Contando com ele, será possível solucionar urgências ou qualquer cenário inesperado, como acontece com os acidentes, doenças ou desemprego.

Um ponto interessante é que criar o fundo de emergência é bem simples. A sua única tarefa é definir uma quantia adequada e, mensalmente, depositá-la em sua poupança. Lembre-se de nunca utilizar o montante para gastos rotineiros.

Aproveite as condições do Casa Verde e Amarela

Felizmente, os brasileiros podem contar com um programa capaz de facilitar a conquista de seu apartamento — o Casa Verde e Amarela. Criado em 2020, pelo Governo Federal, o programa consiste em uma nova versão do antigo Minha Casa Minha Vida, que já ajudou a entregar mais de 4 milhões de unidades habitacionais para famílias de baixa renda.

No entanto, antes de solicitar o benefício, é preciso ter em mente que nenhuma instituição financeira vinculada ao programa, como a Caixa Econômica Federal, é responsável por financiar 100% do valor total de um imóvel. O montante máximo oferecido é de 90%, enquanto o restante deve ser responsabilidade do comprador em questão.

Existem ainda alguns pontos que merecem atenção. Um deles diz respeito ao financiamento da propriedade. De acordo com as regras do programa, as parcelas não devem ultrapassar 30% da renda bruta mensal da família e o crédito só é liberado para usuários com orçamento total de R$7 mil por mês.

As faixas do Casa Verde e Amarela

Dentro do sistema, existem algumas faixas de contemplação, definidas de acordo com os rendimentos familiares. Veja, abaixo, quais são elas:

  • Faixa 1,5: renda de até R$2.000. Para os moradores da região Norte e Nordeste, até R$2.600;
  • Faixa 2: renda de até R$4.000;
  • Faixa 3: renda de até R$7.000.

E então, com essas recomendações, você conseguiu aprender como comprar um apartamento de modo simples, seguro e eficaz?

Vale lembrar, que a Direcional Engenharia é uma das empresas mais capacitadas no setor e trabalha com o programa Casa Verde e Amarela, desenvolvendo empreendimentos modernos e projetados com materiais de alta qualidade.

Estamos presentes em Minas Gerais, Distrito Federal, Ceará, Amazonas, Rio de Janeiro, São Paulo e Pernambuco — e, inclusive, contamos com condições de pagamento facilitadas, como a entrada em até 60 vezes.

Aproveite para falar com um de nossos consultores, conhecer as unidades residenciais disponíveis no mercado e encontrar aquela que melhor se encaixa em seu perfil. Será um prazer ajudar você!

Programa Casa Verde e Amarela