• como declarar imóvel financiado

Como declarar imóvel financiado no Imposto de Renda? Tire suas dúvidas

Sabemos que entender como funciona o Imposto de Renda pode não ser uma tarefa fácil. Principalmente quando atingimos nossas metas financeiras e conseguimos comprar a casa própria, já que nesse momento costuma surgir a dúvida de como declarar imóvel financiado.

Por essa razão, é importante buscar conhecimento de como fazer a declaração de maneira correta, uma vez que apesar de não ser algo extremamente complexo, é preciso ter cuidado para não cometer nenhum erro durante o seu preenchimento.

Pensando nisso, preparamos este post com o passo a passo para que você aprenda a declarar o seu imóvel no Imposto de Renda. Quer aprender mais sobre o tema? Então, continue a leitura deste post e confira. Esta publicação é para você!

Imóveis devem ser declarados no Imposto de Renda?

Todos os imóveis, inclusive os financiados e os que ainda estão em construção, como um apartamento na planta, devem ser declarados no Imposto de Renda. Nesse sentido, a compra de bens imóveis de valor maior do que R$300 mil é uma condição que exige a apresentação da declaração.

Por isso, mesmo para as pessoas que apresentam rendimentos anuais menores do que o exigido para a declaração (em 2021, tal valor corresponde a R$28.559,70), a mera propriedade de um imóvel acima do referido preço já obriga a tributação.

 Como declarar imóvel financiado?

Todos os imóveis financiados, tanto prontos como na planta, devem ser declarados na aba de “Bens e Direitos” do programa de Imposto de Renda da Receita Federal, informando o código do bem (no caso de apartamento, o código é 11, já casa é 12 etc.).

No campo “Discriminação” da ficha, o contribuinte deve incluir a maior quantidade de informações possível sobre o imóvel, como sua área total, endereço, forma de aquisição (nesse momento, é preciso informar que o bem foi financiado), valores de entrada, o total pago ao longo do ano, saldo devedor (quanto falta para quitar a dívida).

Além disso, é durante essa etapa que devem ser informados dados como o valor pago a título de Imposto de Transmissão de Bens Imóveis (ITBI), FGTS sacado para pagar o imóvel e as despesas cartorárias.

É preciso atentar para que o valor declarado seja exatamente aquele que o contribuinte, de fato, pagou pelo imóvel durante o ano-calendário do Imposto de Renda. Também é relevante observar os valores informados na última declaração para não cometer erros de preenchimento que apontam inconsistências e podem levar à malha fina.

Como funcionam os prazos do IR?

O prazo para a declaração do Imposto de Renda, em geral, segue o mesmo padrão todos os anos. O contribuinte costuma ter entre os dias 1º de março a 30 de abril para enviar a sua declaração.

Nesse sentido, é importante atentar ao calendário do Imposto de Renda para não perder o prazo e não deixar para realizar a declaração de última hora. Afinal, fazê-la com calma é a melhor maneira de evitar erros.

Agora que você já sabe como declarar imóvel financiado em Imposto de Renda, fique atento aos pontos que apresentamos no momento em que for preencher a declaração e acompanhe o prazo para o seu envio. Dessa forma, você evita problemas com a Receita Federal e mantém em dia com as suas obrigações como cidadão.

Gostou das dicas que apresentamos? Então, assine a newsletter e receba em seu e-mail os nossos conteúdos!