• planejamento financeiro familiar

Planejamento financeiro familiar: como equilibrar em épocas de crise?

A realização de um grande sonho, como adquirir um imóvel ou um carro, costuma ser fruto da combinação entre organização e educação financeira. Entretanto, os desafios são ainda maiores em tempos de crise. Afinal, como fazer um bom planejamento financeiro familiar em plena pandemia?

É exatamente isso que mostramos neste post. Se a crise provocada pelo novo coronavírus dificultou a vida de t

oda a população, é hora de entender melhor como superá-la para não abrir mão dos seus sonhos. Então, aproveite a leitura!

Planejamento financeiro familiar em tempos de crise

Dois pontos merecem destaque no que diz respeito aos impactos da crise do coronavírus: a rotina das pessoas e os obstáculos financeiros. De um lado, o dia a dia das empresas mudou drasticamente, fazendo com que os trabalhadores começassem a atuar de outra forma — seja em home office, seja com medidas de segurança. De outro, a incerteza também trouxe a necessidade de poupar.

Consequentemente, ficou mais difícil estabelecer e cumprir metas, mesmo dentro de casa. As compras no mercado, por exemplo, passaram a incluir itens como álcool em gel e máscaras, além de alimentos com prazo de validade maior. Por isso, algumas atitudes devem ser tomadas para aumentar o controle sobre os próprios gastos.

Entendimento sobre a situação atual

O primeiro passo é compreender como andam suas contas. Após semanas ou meses de isolamento, já é possível levantar as despesas que surgiram — assim como as economias. Confira, por exemplo, qual era o seu gasto com alimentação na rua e outros serviços que deixou de usar.

No sentido oposto, veja se está gastando mais com algo que não era parte do orçamento. A partir daí, você conseguirá se situar nesse novo cenário.

Definição das suas novas metas

Se você já tinha um sonho em mente, é hora de rever as possibilidades. Não estamos falando de abrir mão dos seus objetivos, mas de encontrar soluções adequadas ao momento atual. Assim, você se preparará melhor para alcançar essas metas.

Se o objetivo era comprar um apartamento, é hora de reajustar suas previsões: estamos em um momento favorável? Quanto do seu salário é possível destinar às parcelas? Você tem uma reserva financeira para a entrada? Como está sendo a resposta à crise na região em que você deseja morar?

São respostas que ajudarão você a fazer os ajustes finos na sua estratégia.

Adaptação ao novo contexto mundial

Por fim, é preciso observar com calma o cenário que vem se desenhando para encontrar formas de minimizar os impactos. Pode ser uma boa hora para reduzir os gastos com cartão de crédito, por exemplo. Uma reserva de emergência também pode ser essencial, já que ela ajuda a evitar o descontrole financeiro caso surja uma demanda não planejada.

Na prática, há uma dica que continua extremamente importante: faça o controle detalhado dos seus gastos. Cada compra, pagamento ou transferência deve ser registrado para que, ao final do mês, você saiba exatamente em que está gastando mais. É surpreendente ver quanto do nosso salário é destinado a pequenos gastos — que, no fim das contas, ocupam uma parcela significativa da nossa renda.

Essas são dicas que ajudarão você a elaborar um planejamento financeiro familiar adequado ao momento atual e, dessa forma, se manter mais seguro em tempos de crise. Assim, você consegue a tranquilidade de que precisa para superar essa fase difícil e, ao mesmo tempo, mantém a realização dos sonhos dentro do seu campo de visão. Vale a pena se organizar para não perder o controle do seu orçamento!

Gostou do post? Então, confira também nosso artigo com tudo o que você precisa saber sobre o financiamento Minha Casa Minha Vida!